Esses moleques insolentes!

Anúncios

Surtando

Quando eu era moleque, o filme abaixo fez um mega-sucesso:

Agora, parece que o 2 está à caminho…

E certamente não há qualquer humano que esteja mais surtado com essa notícia do que esse cara…

Jogatina – 25 de julho de 2009

Nova tarde/noite de jogos lá em casa!

Na mesa : Galaxy Trucker, Formula D, Hamsterrolle e Puerto Rico.

Ao redor : Eu, A Moça, Alex, Janaína, Paulão, Lidi, Camila, Lúcio, Rachel, Thomaz, Carol, Duda, Vavá e Gabi.

E ainda, no PS3: Go Puzzle!, Little Big Planet e The Last Man.

Galaxy Trucker
Galaxy TruckerOs primeiros a chegar foram Alex e Janaína. Ele já havia pego alguns jogos comigo – normalmente as coisas mais leves que eu levo para o entretenimento na hora do almoço – mas agora dava para tentar algo com mais substância. Começamos então com o Galaxy Trucker.

Eu só havia jogado com A Moça uma vez e deu para perceber que preciso pensar numa forma mais organizada de explicar as regras… Me antecipei nos tipos de problemas que podem acontecer durante a viagem no meio do detalhamento das partes da nave, voltei para comentar sobre os tipos de conectores, deixei os alienígenas para depois, etc.. Por sorte, depois da primeira montagem de nave e viagem, as coisas ficam mais clara para todos.

Na segunda viagem, houve uma epidemia que dizimou quase toda a tripulação d’A Moça, seguido por uma zona de combate que acabou por deixar sua nave à deriva. Por sorte, ela conseguiu chegar lá na inércia.

Com mais experiência, essa viagem e a montagem da terceira nave transcorreram mais rapidamente (o que foi bom pois Paulão, Lidi e Camila chegaram e estavam esperando o término para jogarmos algo).

Bom, conseguimos montar mais rápido mas não melhor. A nave da Janaína partiu-se em duas logo no primeiro choque com um asteróide, Alex foi capturado quando os traficantes de escravos passaram e, quando eles voltaram (em busca de mais presas fáceis, com certeza…), foi a vez de eu e A Moça sermos retirados da corrida, ou seja, ninguém chegou ao destino.

Eu, que achava que a Janaína estava disparada na frente por conta de vários resgates e entregas realizados, me surpreendi com o placar final. Resultado: Eu: 30; J: 25; A Moça: 21; A: 18.

Formula D
Entre guardar um jogo e preparar o seguinte, deu tempo de Lúcio, Rachel, Thomaz e Carol chegarem. Formula D é um jogo que cabia todos.

Esse jogo tem uma regra simples (usamos a versão básica) e eu estava querendo tentar uma corrida com mais carros e mais voltas, para ter gerenciar melhor os danos ao carro e também testar o uso dos boxes. Thomaz e Carol resolveram partir para o PS3, por isso éramos 8 corredores para duas voltas no circuito de Mônaco.

Bom, tendo testado o que queria, acho que deveríamos ter utilizado aquela regra da FIA de limita a prova no total de voltas ou duas horas – o que viesse primeiro. Foram mais de 3h!

O jogo é divertido mas com muita gente ele se arrasta. O pior é que as pessoas se tornam naturalmente mais dispersivas, o que aumenta ainda mais o downtime. Somando-se a isso o erro que cometi na interpretação na regra dos boxes…

Eu cedi o meu lugar ao Duda (que chegou com Vavá e Gabi antes do final da primeira volta, quando eu estava em 3o.) e acabei assumindo o lugar da Rachel quando ela desistiu. Na reta oposta, o meu antigo carro varou uma curva e não resistiu aos danos (tsc, tsc, tsc, Duda!). Na penúltima curva, o outro carro da equipe amarela, pilotado pelo Lúcio, não conseguiu parar e acabou na caixa de brita.

No alto do pódio ficou o Alex, seguido de Lidi e A Moça.

Hamsterrolle
Thomaz, Carol, Lúcio e Rachel e, enquanto decidíamos o que jogar, apresentei ao Paulão e Lidi o Hamsterrolle.

Eles jogaram duas partidas, contra Alex e Janaína e depois contra Duda e Janaína, porém não anotei os resultados…

Puerto Rico
Com a saída do Duda, Paulão, Lidi e Camila e a retirada estratégica d’A Moça para um sono, eu Alex e Janaína ainda encaramos um clássico Puerto Rico.

É realmente excelente… Ainda me lembro que, quando comecei a conhecer esses tipo de jogos, Puerto Rico me deixava meio perdido com as suas possibilidades. A explicação dos prédios roxos, por exemplo, era algo bem complexo. De lá para cá, vários outros mais chatos de explicar ou de dominar uma estratégia vencedora surgiram (Caylus, Agricola, Le Havre vêm à mente). O que não quer dizer que o bom e velho PR tenha perdido seu brilho – pelo contrário até!

Fazia tempo que eu não jogava ele. Poderia dizer que foi isso, as cervejas, o horário… mas a verdade é que, por uma boa dose de falta de visão minha, fui derrotado pelos novatos: J: 46; A: 41; Eu: 38. Pwnd!

Publicado em Boardgames. 2 Comments »

Teve infância?

O tal do Dan Meth resolveu juntar num vídeo todas as principais influências dele no mundo dos desenhos. Confira o vídeo aí e depois me diz: quantos você reconhece?

Urubu no centro

Havia um urubu hoje, na rua da Quitanda, no centro do Rio, com direito a bandinha e tudo:

As pessoas passavam meio desconfiadas, ficavam olhando mas acabavam pedindo para tirar uma foto.

Não acompanho futebol mas, pelo que escuto, tenho a impressão que o urubu tá feliz demais considerando a situação atual do Flamengo…

Publicado em Opinião. 2 Comments »

Ruim de estimativas

https://i1.wp.com/imgs.xkcd.com/comics/estimation.png

Já mandei minha sugestão para a Microsoft faz tempo: para acelerar cópias, é só colocar as pastas mais perto umas das outras… Aí o papelzinho tinha menos distância a percorrer.

Publicado pelo Wordmobi

Marcha Nupcial v.2.0

RT @gusguimaraes. Thanks, GG!